Bolsa Esmola

Retirado do blog: bootlead.blogspot.com

Começo esse post com o seguinte trecho retirado do site da Caixa: “O Programa Bolsa Família foi criado para apoiar as famílias mais pobres e garantir a elas o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.”

Que saúde? Que educação? Mas, antes de discutir isso, devo lembrar que meu maior problema não é com o projeto bolsa família, mas com a estrutura que foi dada a isso.

Não vou entrar em detalhes de números, mas sabemos que algumas famílias recebem um valor para poder manter uma vida menos “sofrida”, se é que se pode colocar assim. Só que me desculpe puritanos, diretos humanos e sei lá mais o que, mas isso na minha visão não passa de uma esmola, e que muitas das vezes tem uma pitada de campanha política junta.

Vou tentar dar uma “enxugada” na minha linha de raciocínio para não fazer disso uma lamentação. Tudo bem, para combater a pobreza, esse pode ser realmente o caminho, mas o que me preocupa é que tipo de acompanhamento – além das crianças dessas famílias serem obrigadas a frequentar a escola- existe nesse projeto?

Vamos ser no mínimo realistas uma vez e admitir que as famílias que estão passando por uma situação de extrema pobreza têm precariedade de um monte de coisas, e principalmente de educação. E o que garante que esse dinheiro está sendo usado da melhor forma? Sabemos que em situações assim se enfrentam problemas dentro da família, problemas de estrutura familiar, to falando sério, é possível que alguns até parem de trabalhar ou não queiram trabalho para garantir o bolsa família para sempre, e nem vou comentar famílias com problema de álcoolismo, agressão, e filhos feitos aos montes.

Aí me vem na cabeça aquela velha campanha “Não dê esmola. Dê futuro”. Receber um dinheiro todo mês garantido pelo governo é fácil, qualquer um se acomoda, não é mesmo? Deveria ser feito um acompanhamento, ver se esse pai de família está procurando se educar também. O governo é responsável pela melhora nos trabalhos, por que não qualificar essas pessoas durante o tempo em que recebem a ajuda e depois arrumar um emprego para elas?

É muito fácil fazer filho de monte, colocar na escola pública e depois ficar recebendo por isso! Isso pode diminuir o índice de pobreza, mas vai ser sempre uma coisa que não terá fim, nunca, por que talvez os filhos, dos filhos, dos filhos também acabem do mesmo jeito. É preciso mais que “bolsa esmola”, é preciso trabalho de conscientização, educação, e inclusão social!

Mas, parece que isso assusta o governo. Conscientização!

E referente às duas perguntas que fiz no começo do post sobre a educação e a saúde…como assim acesso? Nem estrutura decente de saúde e educação nós temos nas maiores cidades, imagina em lugares muito mais afastados e esquecidos. Fala sério, a reforma é necessária, já! Já chega de projetos que só servem pra campanha…cansamos disso!

About @CarolContri

De médico, louco e revolucionário todo mundo tem um pouco!
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

2 Responses to Bolsa Esmola

  1. Felipe says:

    Isso é o bolsa vergonha, tem gente que nem precisa e recebe, não existe controle total sobre isso.

  2. fernando says:

    PRESIZAMOS DE OUTRO CARLOS MARINGHELA E ZUMBI, PRA LIBERTA ESSE POVO LEIGO.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s