Óxi: pior que tá, fica!

Se já não bastasse a devastação que o crack causa não só no Brasil, como no mundo todo, se prepare, porque pior que tá, já tá ficando!

A nova epidemia que vem se alastrando, chama-se óxi e segundo pesquisas tem poder destrutivo maior do que o do crack. A droga chegou ao país através das fronteiras do Acre e do Amazonas com a Bolívia e Colômbia, e isso em meados dos anos 80.

A droga feita com cal, gasolina ou querosene e pasta de cocaína é, assim como o crack, vendida em pedras. O efeito é semelhante ao do crack e da cocaína, só que mais intenso e por tempo menor, o que causa a necessidade maior de consumir cada vez mais.

Por ter custo menor e efeito alucinógeno maior tem se tornado preferência para os usuários.

Quando pensamos que já temos uma situação totalmente fora de controle, como a epidemia do crack, surgem novas drogas, como o óxi, para mostrar que quanto mais as “forças maiores” demoram para reagir, mais ainda o poder do tráfico cresce e a população se auto-destrói.

As cartas estão na mesa e nós de mãos atadas, só nos resta aguardar providências dos que de fato podem tentar controlar a situação e torcer para que nada, ainda pior, apareça para destruir o resto de esperança que muitas famílias de todas as classes tem.

A guerra contra o tráfico é uma guerra perdida, o que pode ser feito é tentar “controlar” a situação. Se o Brasil continuar sem ORDEM, não haverá PROGRESSO.

Veja também:
Caminho de Pedras (por @CarolContri)
Cannabis – É a hora de legalizar? (por @EddieJunks e @CarolContri)

-> @StatuParadoxus <-

Posted in Uncategorized | Leave a comment

#PreçoJusto

Dessa vez vou deixar apenas o vídeo para vocês verem, porque se eu for escrever vou apenas repetir as mesmas informaçãos passadas pelo Felipe Neto. Então basta dizer, que nós do blog assinamos embaixo! E assinamos aqui também >>> http://www.precojustoja.com.br/

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Palavra que mata…

O blog tem ficado abandonado e sem atualização por muito tempo, é verdade! Mas, to de volta!

———————————————————————-

Deveriamos ter comentando o masssacre na escola em Realengo e ter aproveitado toda a cobertura – desnecessária – em cima do caso, e a busca por motivos e mais motivos, e explicações e definições exaustivas e que apenas levataram a questão Bullying. (Se quiser saber mais sobre bullying leia esse outro post publicado no blog >> http://bit.ly/inwgn2 )

Ô palavrinha que mata…agora tudo é bullying. Não me espantaria se até mesmo terroristas aparecessem e justificassem seus atos como resultados das perseguições que sofreram na escola.

Será mesmo que uma pessoa que tinha apelidos ou sofria com brincadeiras de colegas pode se tornar um assassino em potencial? Sinceramente, eu tenho minhas dúvidas.

Aposto que muitos de vocês que estão perdendo seus preciosos minutos lendo isso já tiveram algum apelido, ou até mesmo odiavam a escola por não suportarem as brincadeiras que muitas vezes os deixavam constrangidos na frente de colegas. Quantos de vocês hoje são assassinos ou pensaram em pegar uma arma para matar todo mundo que  nada tem a ver com seu passado? (Espero que ninguém).

Será que não era hora da sociedade perceber que o maior problema não é o cara que sofre o famoso bullying, e sim a estrutura familiar de algumas pessoas, distúrbios de personalidade ou qualquer outra coisa que seja muito mais lógica…como o acesso fácil a armas?

Todo dia sofremos bullying de todos os lados…sério mesmo, ou você acha que uma midia que impõe um padrão de beleza do corpo perfeito para homens e mulheres não está cometendo bullying com os mais gordinhos, mais baxinhos etc.

E o bullying deve ser uma espécie evolutiva, por que quando nos tornamos adultos ele vira assédio moral. E eu desconheço pessoas que sofreram isso no ambiente de trabalho pegaram uma faca e atacaram o seu agressor.

E não, não estou defendendo o bullying, pois com todo  a certeza tem gente que sofre muito com isso, entra em depressão, pensa em suicidio e ai é um baita sofrimento pra recuperar a auto-estima perdida. Mas, esqueçam que esse cara poderá ser um assassino, é preciso criar jovens que saibam seu valor e “recriar” outros que saibam que ofender qualquer outro não é uma coisa legal. Com certeza o cara que comete o bullying é o que tem mais problemas, e que precisa de ajuda para saber o que é bom ou ruim. Ele é que tem que ser corrigido, e rápido!

Bullying não é desculpa para matar e nem para um deputado atacar um repórter (http://bit.ly/lPuHfJ). Acho que está na hora da sociedade rever seus valores, porque a grande culpa de tudo não está no apelido ofensivo que se recebe na escola e sim em como nossos jovens crescem.

—————————————————————-

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Carnaval = prejuízo

Crítica da jornalista Rachel Sheherazade a respeito do Carnaval:

Posted in Uncategorized | Leave a comment

E denovo Carnaval…

 

O blog ficou jogado por um tempo, meus dedos coçaram para escrever sobre o problema com o aumento do salário mínimo que, diga-se de passagem, é uma vergonha como quase tudo que acontece na política brasileira. Depois pensei em comentar sobre as enchentes, mas isso vai acontecer muito ainda, então terei tempo pra falar sobre isso.

Mas, claro que não podia deixar de discorrer sobre o evento do ano no Brasill: o Carnaval.

Não vou falar sobre a música, sobre trioelétrico…aposto que vocês estão cansados de ler sobre isso. Só tenho um recado pra quem gosta disso: pare, pense e reflita.

Enfim, o carnaval…até hoje não vejo sentido na festa que acontece no Brasil. Não vejo nisso tudo uma representação cultural muito bacana! Colocar um monte de mulher sambando em biquínis (isso quando elas usam) é sinônimo de cultura brasileira? Então, pode me pagar uma passagem pra Lua, porque eu não quero participar disso.

Toda hora a Lei Maria da Penha é alvo de debates, mas se a luta é pelo direito da mulher, pelo respeito à mulher, usar o corpo delas pra atrair gringo pro Carnaval me parece um pouco contraditório.

E não me fale que isso não é o grande atrativo, porque até nas câmeras de televisão só se vê isso. Pouco se vê de Carro Alegórico…

O carnaval é sinônimo de época pra se fazer o que não se tem coragem durante o ano todo, para depois dizer “Ah, era carnaval”. Gente fedendo demais, bebendo demais, vomitando demais, dando demais, sendo burro demais….é tudo demais, e tudo que é demais é exagerado e podre.

Não gosto de pensar que em uma semana os problemas políticos que eu citei no começo do post serão esquecidos, e que mais uma vez o Brasil será “reconhecido” por esse “espetacular” evento.

Não pelo carnaval, mas por aquilo que oferecemos nessa época. Você ai que gosta de carnaval, liste pelo menos cinco coisas que o carnaval agrega de bom pra cultura e o que ele representa por aqui, e mande pra mim, ai quem sabe eu não compre minha fantasia e vá desfilar! Ainda dá tempo!

Posted in Uncategorized | 2 Comments

$ Justiça $

O que é a justiça hoje? A princípio, justiça é a igualdade de todas as pessoas perante qualquer coisa (acordos, disputas, etc.)

O que vemos hoje e que já não é algo nada recente, é uma justiça muitas vezes manipulada pelos mais fortes. Quem são os mais fortes? São os que tem alguma coisa (dinheiro) a oferecer independente do que tenha feito ou dito.

Enquanto uma pessoa pobre mofa na cadeia por ter roubado um pedaço de pão, outras pessoas como cinco jovens de classe média-alta ateiam fogo em pessoas inocentes pelo simples fato de ser “divertido” e permanecem impune devido a “bela” justiça que temos. (caso do índio pataxó queimado em Brasília no ano de 1997)

Casos como esse são apenas exemplos do quanto o homem se vende, principalmente nos dias de hoje onde qualquer crime com uma boa quantia paga em dinheiro é perdoado. Onde está a justiça?

A televisão não mostra nem um terço do que realmente se passa nesse país, pessoas cometem todo tipo de crime e continuam impunes, a tendência é piorar, algo precisa ser feito e com urgência. O que vemos sendo solucionado é apenas uma máscara para tudo que deixam passar, tudo que é acobertado.

Assista abaixo a matéria “Cidadania e Justiça”:

Posted in Uncategorized | 1 Comment

Retrospectiva – O ano do Brasil

Por @CarolContri e @EddieJunks

Nada como terminar o ano fazendo um balanço de nossas vidas e tentar acerta mais ou errar menos no novo ano que começar, né? Pelo menos é isso que escutamos sempre, é a receita repetida milhões de vezes. E mesmo assim teremos muito sobre o que reclamar ano após ano, incansavelmente.

Podemos garantir que grande parte das reclamações se baseiam em problemas no país que, também, se repetem ano após ano. Então mudemos a forma do bolo uma vez para o balanço ser de coisas que aconteceram no país e que provavelmente não influencia na sua qualidade de vida em 2011.

Não vamos seguir uma ordem cronológica e nem de importância. Vamos a nossa lista.

Em 2010…

-Dilma Roussef eleita presidente do Brasil

O Brasil escolheu e a Dilma levou a faixa. Desanima pensar que o brasileiro tem memória fraca ou pouco conhece da história do país e elegeu uma ex-guerrilheira que compartilhou dos ideais de Fidel Castro.

E só um adendo: podia-se vencer a ditadura sem violência, guerrilheiros nada mais eram quem novos ditadores.

-Tiririca eleito deputado com 1,3 milhões de votos

Precisa comentar esse fato? Transformar o Congresso em circo era tarefa arquitetada a tempos, mas agora temos um palhaço com currículo que comprova isso. Só que quem riu de você foi ele: “Pior do que ta não fica”.

-Lei Ficha Limpa

Até que deu certo, mas nessa os fortes também levaram a melhor, não é a toa que o Maluf passou no pente fino.

-Humor sem censura

Apesar da política do país ser uma piada, os humoristas foram proibidos de fazer qualquer brincadeira em relação aos candidatos.

Censura em um país democrático? Não combina mesmo, prefiro chamar de pseudo-democracia….

Parabéns aos humoristas que se mobilizaram e conseguiram seus direitos de volta!

-Anistia Mantida

Marcas do regime militar ainda assolam o país. Mas nem agentes do Estado e opositores da ditadura podem ser processados por crimes do passado. Você acha justo?

-Avanço do Crack

A Confederação Nacional de Municípios apontou que 98% das cidades enfrentam problemas com o crack. E o que está sendo feito?

Nada, porque o problema só aumenta. Um problema de saúde e ordem o pública abandonado pelos nossos governantes.

-O vexame do Enem

Provas trocadas e estudantes prejudicados, mais uma trapalhada de um sistema confuso e desorganizado.

-Invasão das favelas do Rio de Janeiro

A sujeira que estava toda embaixo do tapete tomou forma e explodiu. Qualquer pessoa em sã consciência sabia que um dia isso iria acontecer.

A paz foi levada aos morros? Realmente esperamos que sim!

Nossa lista pode até parecer cruel, mas um ano só se renova quando as coisas ruins melhoram ou passam a não existir mais. O que é bom todo mundo sabe que foi, mas é preciso limpar o que está ruim para o país ressurgir de verdade.

E aí, como será o 2011 do Brasil?

Feliz 2011! Até o ano que vem!

Estes são os meus princípios. Se você não gosta deles, eu tenho outros. – GROUCHO MARK

Posted in Uncategorized | Leave a comment